20.3.09

Chifre em cabeça de cavalo

Quanto mais eu falo, mais as palavras me fogem. Me traem. Se eu quero que algo se esclareça, consigo deixar tudo muito mais confuso. Nublado. Penso em A, sem perceber que A levará a B ou C. O problema é que eu não queria chegar em B. Muito menos em C! Calar é mais fácil pra mim....e de quebra dá um certo ar misterioso, um certo charme. Consigo lidar bem com o A, mas acrescente um B ou um C pra ver o tamanho da merda. Geralmente é irrecuperável.

O A é o tal cavalo chifrudo. Ele tá lá, olhando pra mim, mas eu nem ligo.

"O que vc tem?"

"Nada."

"Vc tá diferente. Tem que haver alguma coisa!"

O cavalo então sorri...

"Desencana..."

"Por que vc não me fala?"

"Ok! É um cavalo...ele tem chifres."

"Porra! Esse cavalo de novo?"

"Mas é que..."

"Vc não acredita em mim?"

"Tá bom..."

"Não tá bom! Vc não acredita em mim!!!!"

"Mas..."

"O que vc quer que eu faça?"

"Eu? Nada!"

"Vc quer que eu faça B e C, né?"

"Não..."

"Vc quer que eu faça B e C!!!!"

Oh, Deus...fica aí, vai, cavalo chifrudo do caralho! Só não me enche o saco!

1 Comments:

Blogger Fer Bressan said...

amo vc......admiro a maneira como escreve, vc é o maior orgulho da minha vida junto com nossa filhotinha.

7:51 PM

 

Postar um comentário

<< Home